sábado, 25 de junho de 2011

Resumo sobre a África

África
            A África é um continente muito interessante, sua cultura é muito diversa, um país seu, África do Sul, já sediou uma copa do mundo e agora faz parte do grupo de países emergentes BRICA (em inglês BRICS), que a princípio foi denominado BRIC fazendo referência ao Brasil, à Rússia, à Índia e à China. Grande parte da cultura brasileira está relacionada à cultura africana, tendo em vista que grande parte da população do Brasil é formada a partir da miscigenação envolvendo descendentes de escravos africanos que foram trazidos para cá contra sua vontade. O norte dessa área é habitado principalmente por árabes, e a parte abaixo do deserto do Saara (África subsaariana) é composta por diversos grupos diferentes. Passou pelo Apartheid, que tinha leis como a “Lei do Passe”, que impedia a livre circulação de negros em certas áreas, Nelson Mandela promoveu a desobediência à essa lei e foi um grande nome na luta contra a segregação. A África está constantemente presente em filmes, na televisão e até mesmo em nossa sala de aula!
Histórico:
·         A África era considerada uma reserva de mão-de-obra (pelo tráfico negreiro) por muitos países europeus que a colonizaram, os mais utilizados como escravos eram homens adultos em idade reprodutiva, isso causou uma longa estagnação no crescimento desse continente.
·         Houve colonização e descolonização tardias nessa região, os colonizadores buscavam, entre outras coisas, matéria-prima e mercado consumidor. A colonização começou com a Conferência de Berlim (1884-1885), na qual diversas potências dividiram o espaço entrei si, não respeitando as diferenças (culturais entre outras) dos povos. A descolonização se deu após a 2ª Guerra Mundial, com o enfraquecimento dos países europeus e a alta nos movimentos nacionais.
·         Herança colonial: a colonização deixou fronteiras artificiais, disputas interétnicas pelas lideranças dos jovens Estados africanos, atraso e pobreza.
·         Durante a Guerra Fria, muitas rivalidades foram acentuadas culminando em guerras civis, pois durante o período em questão, potências patrocinavam aqueles que implementassem sistemas favoráveis e exploravam rivalidades entre grupos diferentes.
·         Após a Guerra Fria, o continente marginalizado e esquecido mergulha em vários conflitos simultaneamente, agravando a precária situação socioeconômica da região.
·         Na última década, a expansão da economia mundial colocou o continente de volta na agenda global, através da exportação de commodities.
Principais Problemas Enfrentados pelo Continente (principalmente pela África Subsaariana):
            A África é muito extensa, tem em torno de 900 milhões de habitantes, instabilidade política, mão-de-obra com baixa qualificação, mercado consumidor com baixo poder aquisitivo, enfim, as potências trollaram ela, e agora ela tá cheia de problemas.


·         Fome está associada a:
1.    Guerras
2.    Baixa produtividade
3.    Prioridade no abastecimento dos mercados externos (plantations)
4.    Baixa renda
5.    Injusta distribuição de terras
6.    Problemas naturais
7.    Acelerado crescimento demográfico (não é um fator que origina a fome, mas que a agrava)
8.    Falta de recursos técnicos
·         Guerras:
1.    Conflitos interétnicos causados pelas fronteiras artificiais (princípio da Intangibilidade)
2.    Também ocorrem por causa de disputas por riquezas nacionais
3.    Causam destruições, paralisam as economias, provocam mortes e mutilações e acarretam desvio de recursos públicos
4.    É necessário intermédio internacional
·         Epidemias, fatores:
1.    Fome e desnutrição
2.    Infraestrutura precária e insuficiente saneamento, comunicação e transportes (países sem saída para o mar)
3.    Baixo alcance da rede médico-hospitalar
4.    Baixa renda
5.    Desinformação
6.    Ausência de políticas públicas
7.    Continente tropical
·         Economias essencialmente primárias
·         Baixo desenvolvimento industrial
·         Atraso técnico-científico
·         Baixo alcance dos principais serviços públicos (educação, saúde, saneamento, etc.)
·         Mão-de-obra desqualificada e mercado consumidor com restrito poder aquisitivo, o que afasta investidores
·         Baixa produtividade
·         Desigualdade na distribuição de terras e de renda
·         Instabilidade político-econômica
·         Corrupção
·         Crescimento demográfico acelerado
Aqui está um mapa que mostra a vegetação da África
África na última Década:
·         Crescimento acelerado da economia global gerou demanda por commodities
·         Superação de vários conflitos no continente
·         Vários países passaram a chamar atenção ao continente (China, EUA e Brasil interessados em negócios)
·         Recentemente ocorreram várias manifestações juvenis no norte do continente (Primavera Árabe) reivindicando melhorias nas condições de vida, fim dos regimes ditatoriais e liberdade de expressão entre outras coisas. Os movimentos tiveram início na Tunísia e atingiram vários países da África e do Oriente Médio. Na Tunísia e no Egito os governantes deixaram os cargos, na Líbia o país está dividido entre os rebeldes e homens fiéis ao governo. Uma intervenção internacional, através da OTAN, tenta derrubar o presidente Kadaf.
Bom, é isso aí, pessoal, bons estudos, um forte abraço!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário