sexta-feira, 24 de junho de 2011

Resumo sobre Meiose

Meiose
  • Processo de divisão celular no qual 1 célula origina 4 células com metade do número de cromossomos original. Essa segregação tem importância na formação de gametas (animais), formação de esporos (vegetais) e na variação genética (através do crossing-over, que é a recombinação, e a segregação dos cromossomos).
            A meiose é dividida em duas partes, a primeira parte é a Meiose I, que é reducional (R!) e a segunda parte é a Meiose II, que é equacional (E!). Na parte reducional ocorrem a Prófase I, a Metáfase I, a Anáfase I e a Telófase I, após isso é dado um pequeno espaço de tempo (intercinese) para começar a etapa equacional, na qual são observadas a Prófase II, a Metáfase II, a Anáfase II e a Telófase II.
Meiose I
·         Prófase I: fase mais longa
1.    Início da condensação cromossômica, e nessa mesma fase já atinge seu ponto máximo.
2.    Ocorre a sinapse, que é o pareamento entre cromossomos homólogos (que são do mesmo tipo: tem mesma forma, tamanho e Loci Gênicos). Durante a sinapse, podem surgir pontos de cruzamento entre cromátides de cromossomos homólogos pontos esses que são denominados quiasmas, ao ocorrer a quebra das cromátides e a troca de segmentos é dado o nome Crossing-over, que contribui para a variabilidade genética.
·         Metáfase I: pares de homólogos no Equador
·         Anáfase I: separação dos cromossomos homólogos
·         Telófase I: ocorre a citocinese originando 2 células-filhas com metade do número de cromossomos da célula original.
Intercinese: “descanso”
Meiose II: é como uma mitose
·         Prófase II
·         Metáfase II
·         Anáfase II: separação das cromátides
·         Telófase II: ocorre a citocinese, onde 2 células (n) originam 4 células (n)
A diferença básica entra a Meiose I e a Meiose II está na anáfase
Anáfase I - há a separação dos cromossomos homólogos
Anáfase II - há a separação das cromátides

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário